Jovem estuda sobre o que o empreendedorismo na prática.

Empreendedorismo na prática: o que você precisa saber antes de começar seu próprio negócio

Provavelmente você conhece o tempo “empreender”, mas você sabe o que é o empreendedorismo na prática?

Além de significar a vontade de investir na criação de um negócio próprio ou projeto, “empreendedorismo” também pode ser definido como a capacidade de se identificar problemas e oportunidades e desenvolver soluções que se revertam em algo positivo.

Hoje trouxemos um texto que te ajudará a entender mais sobre o termo e como aplicá-lo na prática. Confira!

Empreendedorismo: o que você precisa saber antes de começar

De acordo com o teórico Joseph Joseph Schumpeter, o empreendedorismo está ligado diretamente à inovação e o empreendedor é responsável por realizar novas combinações.

Segundo a Global Entrepreneurship Monitor a taxa de empreendedorismo no Brasil foi de 38,7% no ano de 2019, o que mostra o grande potencial que o país tem para os negócios. Esse percentual representa uma parcela equivalente a 53,4 milhões de brasileiros que possuem o próprio negócio.

Esses números colocaram o Brasil na quarta posição em relação a Taxa de Empreendedorismo inicial no ano de 2019. Essa mesma pesquisa também apontou que, entre os 55 países analisados, o nosso está entre os dez primeiros em que a falta de oportunidades é fator decisivo para a abertura de novos negócios.

E, com as mudanças que aconteceram nos últimos anos, principalmente em 2020, a taxa de empreendedorismo bateu recorde. Dessa forma, o número de autônomos é o maior dos últimos 20 anos.

Graças ao crescente uso da tecnologia ficou mais fácil se reinventar no meio de uma pandemia global que impôs o distanciamento social. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o uso de internet durante esse período aumentou em 50%.

Também, durante o ano de 2020, o número de microempreendedores individuais bateu o total de 1,49 milhões de formalizações entre os meses de março e dezembro. E, somados aos já registrados 7,5 milhões de micro e pequenas empresas, o setor representa 99% dos negócios e cerca de 30% do PIB do Brasil.

O perfil de um empreendedor

Algumas características marcam aqueles que desejam empreender, e os estudos e convívio social favorecem o desenvolvimento dessas qualidades que podem ser encontradas nos perfis dos empreendedores, confira abaixo:

  • Otimista: uma pessoa otimista acredita que as coisas podem vir a dar certo e espera o melhor das situações. Não confunda um otimista com um sonhador, já que o segundo não enxerga os riscos e costuma insistir nos erros acreditando que basta sonhar.
  • Corajoso: o empreendedor corajoso faz o que for preciso para alcançar o sucesso sem medo de fracassar. 
  • Autoconfiante: o empreendedor confiante acredita em si mesmo e valoriza seus talentos, conhecimentos e opiniões na hora de criar o próprio negócio.
  • Persistente e resiliente: um empreendedor com essas características não costuma desistir facilmente. Com convicção e entusiasmo ele resiste aos obstáculos.

5 dicas para quem quer empreender na prática

Se você deseja investir no seu próprio negócio, mas não sabe por onde começar, confira as dicas que separamos e que podem te ajudar nessa empreitada!

1. Defina seu segmento 

Antes de tudo é preciso definir qual vai ser sua área de atuação. Para tomar essa decisão é preciso analisar as necessidades do consumidor, pensar se você tem afinidade ou entende sobre o nicho em que deseja atuar.

Investir em algo que não se gosta apenas por ser um negócio da moda pode vir, não apenas a te deixar frustrado, como também gerar prejuízos.

2. Ofereça um diferencial

Para que o cliente opte pelo seu negócio é preciso oferecer algo que o diferencie dos outros. Sejam produtos ou serviços, esse pode ser o fator decisivo entre você e seu concorrente.

3. Pense em grande escala

Após o pontapé inicial, pense em ações que podem te ajudar a atender o mercado em grande escala. Quanto maior for seu potencial de escalabilidade, maiores também serão as chances de crescimento do seu negócio.

4. Ouça a opinião de especialistas 

Esteja presente em palestras, workshops e eventos voltados à empresas do seu nicho. Com isso você terá acesso à opinião de especialistas que te ajudarão a enxergar diferentes aspectos do mercado.

5. Tenha controle das suas finanças 

Manter um controle do seu caixa, das entradas e saídas é essencial para a saúde financeira do seu negócio. Assim você consegue manter em dia os dados de pagamento, quanto é gasto para repor seu estoque, quanto é gasto para operar e quanto é o seu lucro. E para isso você pode contar com o Tiva.

O aplicativo foi desenvolvido especialmente para a gestão financeira de pequenos negócios, profissionais liberais e autônomos. Com essa tecnologia é ainda mais simples enviar cobranças, receber pagamento e manter o controle das finanças da sua empresa.

Baixe gratuitamente e conheça! Disponível para Android e iOS.

Simplifique e receba, use Tiva.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crie o seu cadastro!

Automatize suas cobranças, otimize seu tempo e pare de passar constrangimento na hora da cobrança.

Cadastro

"*" indica campos obrigatórios

Concordo*