Empreendedores fazem análise das métricas de um empreendimento que faz cobranças no modelo de recorrência.

Recorrência: conheça 7 métricas que precisam ser analisadas nesse modelo de cobrança

A análise das métricas de um negócio recorrente é essencial para que você consiga visualizar quais são os pontos de sucesso do seu negócio e quais são passíveis de melhorias.

Esses dados ajudam a identificar quais custos você tem, quais são os lucros, quantos cancelamentos ocorreram além de outras variáveis que podem indicar o sucesso da sua empresa. 

Por isso, se você é adepto da recorrência no seu negócio, vamos te ajudar a identificar os pontos que precisam de atenção na sua empresa, acompanhe.

Recorrência: por que acompanhar as métricas e como realizar essa tarefa?

Os indicadores de desempenho, também conhecidos como KPIs, são os dados que irão servir de base na hora de tomar decisões sobre o direcionamento e o crescimento do seu negócio. 

Estes parâmetros irão ajudar a medir os progressos da sua empresa, o alcance das suas metas e permitirão acompanhar detalhadamente o desempenho do seu negócio.

Dessa forma, as métricas possuem números e porcentagens que irão te ajudar a quantificar a performance do seu empreendimento. Assim, você será capaz de acompanhar a evolução da média e vai conseguir saber se o faturamento está aumentando ou diminuindo. 

O acompanhamento desses dados pode ser feito com planilhas, no caso de empresas menores, e utilizar gráficos de comparação. Mas, por se tratar de um trabalho manual, acaba por se tornar muito trabalhoso. 

Assim, é possível fazer o uso de um software que pode transformar em relatórios os dados da empresa. Com esse tipo de serviço é possível otimizar essa tarefa e analisar de forma mais precisa os resultados da sua empresa. 

Conheça 7 métricas que devem ser analisadas em um negócio recorrente

1. Churn rate

Também conhecida como índice de cancelamento, com essa métrica é possível analisar quantos clientes abandonaram seu negócio em um determinado espaço de tempo. Esse número pode representar a quantidade de cancelamentos comparados ao de novos assinantes. 

O churn rate pode ser calculado com a fórmula: Churn Rate = nº de cancelamentos por período/ nº de clientes ativos

2. Custo de aquisição de clientes – CAC

Essa métrica indica quanto é preciso de investimento para conquistar um novo cliente e, estes custos englobam detalhes como marketing e vendas, captação de leads, entre outros.

Os números obtidos nessa análise são fundamentais para ajudar a entender a relação de valor que você paga por cada cliente e o retorno que eles geram.

Esse cálculo pode ser obtido com a fórmula: CAC = valor investido na aquisição de novos clientes/ nº de novos clientes no período.

3. Lifetime value – LTV

Essa métrica pode ser traduzida como o valor do tempo de vida do cliente, e mostra quando cada freguês gera de retorno para a empresa durante o tempo de relacionamento. 

É possível comparar o LTV com o CAC para descobrir se os investimentos realizados valem a pena. 

A fórmula de cálculo é simples: LTV = (receita anual por cliente X relacionamento como o cliente em anos) – CAC.

Também é possível obter esse resultado com o cálculo de LTV = valor ticket médio X tempo de retenção de clientes.

4. Receita recorrente mensal – MRR

Uma das métricas mais importantes para entender o faturamento do seu negócio, essa métrica representa a receita que sua empresa tem no mês com a soma das assinaturas.

5. Receita recorrente anual – ARR

A versão anual do MRR, é um cálculo que leva em consideração as assinaturas ativas, canceladas e os upgrades que ocorreram. O cálculo é simples: basta multiplicar o resultado mensal por 12 para se ter a média do desempenho anual.

6. Ticket médio

Essa é uma das métricas mais clássicas e precisa ser monitorada, com ela é possível ter a média de quanto os clientes gastam nas assinaturas por período.

A conta pode ser realizada com a fórmula: Ticket médio = total de vendas R$ / nº de clientes ativos. O objetivo geral dessa análise é aumentar progressivamente esse valor.

7. Net promoter score – NPS

Essa é a métrica mais utilizada para medir o nível de satisfação dos clientes e, para ter essa resposta você pode utilizar uma pergunta simples: “Em uma escala de 0 a 10 qual a chance de que você recomende essa empresa a alguém?”.

As respostas podem ser classificadas entre Clientes Promotores (9 ou 10), Passivos ou Neutros (7 ou 8) e Detratores (0 a 6). 

Dessa forma você pode utilizar a seguinte fórmula para calcular o resultado: NPS = Clientes Promotores (%) – Clientes Detratores (%).

Utilize o Tiva para o cálculo dos resultados 

Para facilitar o acompanhamento desses números e ainda conseguir analisar detalhadamente os resultados, você pode contar com o Tiva. O aplicativo que foi desenvolvido para facilitar a vida de empreendedores, MEIs e autônomos. 

Com ele é possível fazer o controle dos recebimentos, gerar links de cobrança, enviar lembretes e ainda fazer a análise detalhada do seu fluxo de caixa e das finanças do seu negócio. 

Baixe gratuitamente e conheça todas as funcionalidades! Disponível para Android e iOS.

Simplifique e receba, use Tiva

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crie o seu cadastro!

Automatize suas cobranças, otimize seu tempo e pare de passar constrangimento na hora da cobrança.

Cadastro

"*" indica campos obrigatórios

Concordo*