Funcionário faz o atendimento de cobrança de dívida de um cliente inadimplente

Saiba como fazer a cobrança de dívida dos seus clientes

Quando você se depara com uma dívida no seu negócio é seu direito, como empreendedor, fazer a cobrança com o cliente inadimplente, dentro dos limites dos direitos do consumidor. 

Isso significa que, nenhuma das formas de cobrança pode constranger aquele que está em dívida, ou a situação pode passar de um simples recebimento de débito para algo maior, como um processo judicial. 

E se você não quer passar por isso, mas ainda quer saber quais são as melhores formas de fazer a cobrança da dívida dos seus clientes, basta acompanhar o texto de hoje. 

Cobrança de dívida: saiba qual a melhor forma de cobra 

Quando se pensa na cobrança de dívidas, o principal objetivo é receber a totalidade do valor em débito e, para isso, você pode negociar diretamente com o cliente inadimplente a melhor forma para garantir esse pagamento. 

Durante a negociação é válido lembrar ao consumidor que a falta de quitação pode gerar consequências, como juros. Mas, isso deve ser feito sempre de maneira calma e civilizada e jamais agressiva ou com tom de ameaça.

Para gerenciar os pagamentos da sua empresa é necessário fazer o acompanhamento do fluxo de caixa. Dessa forma, sua equipe será capaz de identificar quando não ocorrer o débito dos valores e qual o nível de inadimplência dos seus clientes. 

Isso é preciso porque, você pode estar lidando com o um cliente que apenas esqueceu de realizar o pagamento, e nesse caso enviar um simples lembrete pode ser a solução para garantir que o valor irá entrar em seu caixa. 

Mas também é possível lidar com aqueles consumidores que passam meses sem realizar o pagamento. Nesses casos, é preciso que o setor responsável por fazer as cobranças faça uma análise individual de cada freguês, de forma que seja possível realizar uma abordagem que possa trazer resultados na negociação e que garanta o seu recebimento. 

O que é o que não é permitido na hora de cobrar uma dívida

No momento de realizar a cobrança de uma dívida, o empresário tem todo o direito de utilizar os métodos de comunicação para realizar a negociação junto ao cliente. Pode-se fazer uso tanto os meios eletrônicos como e-mail, WhatsApp e ligação, como também cartas via correio.

Se nenhum desses contatos surtir efeito, a empresa também pode realizar o cadastro do nome do cliente em órgãos como SPC e Serasa, que fazem o controle dos consumidores inadimplentes. 

Também existe a possibilidade de se protestar a dívida em cartório com os documentos fiscais. Mas, se mesmo assim não for possível contatar o cliente e receber os valores devidos, o credor pode abrir uma ação judicial de cobrança. 

Quando se trata de cobrança de dívidas também é preciso estar atento ao Código de Defesa do Consumidor, que informa quais atitudes não podem ser tomadas no momento de negociar com o inadimplente. 

As regras estipulam que os contatos só devem ser feitos em horário comercial e não podem ser repetitivos, ou seja, como uma ligação seguida da outra. Também é proibido contatar o cliente aos fins de semana e feriados e, é terminantemente proibido entrar em contato familiares e amigos para tratar da dívida. 

Em caso de envio de carta de cobrança, a mesma deve ser entregue apenas em mãos para o cliente e em envelope fechado.

Por fim, se você precisa de ajuda para controlar os recebimentos e inadimplências do seu negócio pode contar com o Tiva, o aplicativo de gestão financeira criado para facilitar a vida dos empresários, autônomos e MEIs. 

Com o app é possível controlar o fluxo de caixa, enviar lembretes de pagamento e ainda gerar links de cobrança direto, que tornam o recebimento ainda mais fácil.

Baixe gratuitamente e conheça! Disponível para Android e iOS.

Simplifique e receba, use Tiva!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crie o seu cadastro!

Automatize suas cobranças, otimize seu tempo e pare de passar constrangimento na hora da cobrança.

Cadastro

"*" indica campos obrigatórios

Concordo*